scorecardresearch ghost pixel



Viralizou! iPhone roubado foi localizado a 10 mil km de distância

Vítima do roubo relatou a curiosa história nas redes sociais. Seu iPhone roubado foi parar a 10 mil km de distância do local do crime e está, neste momento, em uma província da China.



Uma história envolvendo um aparelho iPhone roubado ganhou as redes sociais e viralizou recentemente. No caso, trata-se do celular de um especialista em pagamentos digitais chamado Daniel Yubi. Ele publicou o acontecimento em seu perfil na rede social Twitter. O que mais chamou a atenção foi o fato de que o celular estava a 10 mil km de distância.

Veja também: Fim de uma era! Internet Explorer será oficialmente descontinuado nesta quarta, 15

iPhone roubado foi parar a 10 mil km de distância

Segundo o relato da vítima, seu aparelho iPhone foi roubado em Londres, local onde ele reside. No entanto, ao verificar a função nativa de “buscar iPhone” disponibilizada pela Apple, o dispositivo acusou estar na província chinesa de Shenzhen. Vale destacar que a localidade é uma das regiões com maior número de fábricas de aparelhos eletrônicos da China.



Outro fato curioso é que o iPhone roubado provavelmente foi produzido naquela região. Afinal, é lá onde a maior parte dos produtos eletrônicos é fabricada. A forma como ele foi parar lá é que desperta a curiosidade do público. Em sua postagem, Yubi ainda ironiza dizendo que este é o “ciclo da vida”.

Qual seria o desfecho da história do iPhone roubado

Em seu Twitter, Yubi não revelou qual seria o modelo do iPhone. No entanto, para ter a função ativa, acredita-se que seja um celular fabricado a partir de 2017, pelo menos.



Ainda não se sabe quais serão as medidas que a vítima irá tomar a partir da descoberta de onde o celular está.  Para o rapaz, talvez seja mais caro viajar os 10 mil km para recuperar o iPhone roubado do que investir na compra de um modelo novo.

Fato é que os usuários das redes sociais estão ansiosos para saber como essa história terminaria. Muitos comentários supõem que o dispositivo da Apple será desmontado para ter suas peças revendidas. Contudo, esse procedimento não é tão simples, já que nem todos os componentes podem ser compatíveis com outros iPhones.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário