scorecardresearch ghost pixel



O que é a metformina? Por que é usada para tratamento do diabetes?

A metformina é um medicamento usado para controlar a hiperglicemia, também é usada para diabetes gestacional e para tratamento de SOP.



O diabetes é uma doença silenciosa que afeta milhares de pessoas no mundo. Estima-se que no Brasil mais de 12 milhões de pessoas possuem o diagnóstico. É determinada pela hiperglicemia, ou seja, pelo aumento da glicose no sangue, condição que acontece devido a falhas na produção ou na atividade do hormônio insulina, que é produzido no pâncreas por meio das células beta.

Veja também: Sucos para quem tem diabetes: 7 opções saborosas e saudáveis

O hormônio da insulina permite a entrada de glicose no sistema celular do organismo, quando esse hormônio apresenta defeitos ou dificuldade de ser produzido, o corpo passa a sofrer com o acúmulo de glicose no sangue, mais conhecido por diabetes. Um dos tratamentos para este quadro é a metformina, vamos entender como ela reage no organismo e para que é usada.

O que é metformina e como ela reage no organismo?

A metformina é um medicamento administrado de forma oral, que realiza o controle do açúcar na corrente sanguínea. Também ajuda as células do organismo a utilizar adequadamente a insulina produzida pelo pâncreas.  



É um dos medicamentos usado para controle de diabetes tipo 2, onde o organismo do paciente não consegue fazer uso corretamente da insulina que produz, em outras palavras, o organismo não consegue controlar a taxa de glicemia.

Vale destacar que a metformina é um medicamento usado individualmente ou associado a outros medicamentos, somente para tratamento do diabetes tipo 2, pois ela auxilia para que a insulina produzida seja utilizada adequadamente. 

Porém, quando o organismo não consegue produzir a insulina, ou seja, quando há o diabetes tipo 1, são necessários outros tipos de medicamentos.

Metformina é somente para quem possui diabetes tipo 2?

Embora o tratamento mais utilizado da metformina seja para o tratamento ou prevenção do diabetes tipo 2, também, em alguns casos, é administrada em gestantes diagnosticadas com diabetes gestacional. De acordo com os médicos, até o momento tem se mostrado um tratamento seguro sem relação com efeitos negativos no período do aleitamento materno.



Mas, a metformina também é usada para tratamento de SOP (Síndrome dos Ovários Policísticos), mas trata-se de uma medicação off-label, ou seja, não foi desenvolvida para este fim, mas auxilia no tratamento. Vale mencionar que faltam conclusões científicas a respeito deste uso. E não esqueça, jamais faça uso de medicamentos, sejam quais forem, sem a orientação e supervisão médica.

A metformina possui contraindicações?

O medicamento é considerado seguro, se seguido a orientação médica, contudo algumas pessoas não podem fazer uso da metformina, são os casos de: indivíduos com doença renal crônica, pessoas com doença hepática, com diabetes de difícil controle, indivíduos em tratamento de insuficiência cardíaca ou que tiveram infarto recente, pessoas que sofrem de alcoolismo e com problemas respiratórios.



Efeitos colaterais

É comum ao iniciar o tratamento de metformina, alguns sintomas surgirem, como diminuição de apetite, dores estomacais, diarréia, gosto metálico na boca ou náusea.

Algumas pessoas associam a metformina ao emagrecimento, isso ocorre devido aos efeitos colaterais que ocorrem eventualmente no começo do tratamento, com o tempo isso tende a normalizar.

Este texto é meramente informativo. Lembre-se jamais se automedique e sempre siga as orientações médicas para realizar o tratamento adequado.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário