scorecardresearch ghost pixel



Shake de maçã e aveia: aprenda a preparar receita ‘tiro e queda’ para secar barriga

Aprenda a fazer um shake de maçã e aveia, uma opção inteligente e saudável para manter a boa forma e a saúde.



Shakes são opções super práticas e rápidas de se preparar. Esse tipo de alimento pode ser inserido na dieta como suplemento alimentar de baixa caloria, com bastante energia que ajuda a emagrecer. Muitas pessoas preferem consumir shakes como opções substitutas das principais refeições, mas essa prática deve ser feita somente se o produto escolhido tiver bons teores nutricionais. 

Veja também: Conheça os riscos escondidos no consumo de pipoca de micro-ondas

Existem diversas marcas no mercado, mas você pode fazer o seu shake caseiro, usando frutas e adicionando cereais para deixá-lo nutritivo e saudável. Como é o caso da receita de shake feito de suco de maçã com aveia.



A maçã possui boas quantidades de vitamina C, do complexo B, além de minerais e pectina, uma fibra solúvel que ajuda a saúde intestinal e também dá mais saciedade.

A aveia é um cereal também composto de muitas vitaminas, minerais e proteínas. Entre os diversos benefícios que propicia no organismo, estão o controle dos níveis de colesterol, controle glicêmico, além de ser um alimento que auxilia na saúde cardiovascular.

Então se o seu objetivo é manter uma alimentação de qualidade para ter uma saúde perfeita e livre de riscos de doenças, esse shake pode ser um aliado. 

Receita de Shake de suco de maçã e aveia

Ingredientes

  • 1 copo de água
  • Uma colher de sopa de aveia
  • 1 maçã picada em cubinhos

Como preparar o shake

Para fazer esse shake de maçã e aveia, coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata até ficar homogêneo.

Se você preferir, pode também acrescentar umas pedrinhas de gelo. 

Você pode consumir no café da manhã ou em lanches da tarde ou antes de dormir. Porém, lembre-se que para se beneficiar de todas as vantagens desse shake, é preciso manter uma dieta equilibrada e evitar alimentos industrializados, embutidos e excesso de doces.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário