scorecardresearch ghost pixel



Bancos estão perdendo dinheiro por causa do PIX? Entenda a polêmica

Uma declaração do ministro-chefe da Casa Civil afirma que o PIX tem deixado um prejuízo bilionário aos bancos. O quanto disso é verdade? Veja quais foram os dados levantados sobre isso.



O PIX, o sistema de pagamento instantâneo, foi criado pelo Banco Central. Recentemente uma publicação colocou a ferramenta entre os assuntos mais comentados ao indicar que o PIX deixa um os bancos com um prejuízo bilionário, mas será que isso é verdade?

Leia mais: App de QUIZ paga R$ 140 via PIX para quem responder perguntas? Descubra aqui!

Os números mostram o contrário. Mesmo com tamanha adesão ao PIX e dos benefícios desse instrumento de pagamento instantâneo – como a não cobrança pelas transações –, os bancos seguem lucrando e sofrem pouco com a “perda” para o meio de pagamento.



PIX deixa prejuízo aos bancos?

Definitivamente o PIX não deixa prejuízo algum para os bancos. Em 2021, só para se ter uma ideia, a perda de receita dos bancos foi menor que 2%.

O que está acontecendo é justamente o oposto. As instituições registraram um lucro recorde de R$ 81,6 bilhões. O resultado foi o melhor dos últimos 15 anos. Curioso, certo? Pois isso aconteceu no primeiro ano de uso do PIX.

O resultado é referente aos quatro maiores bancos do Brasil, sendo eles: Itaú Unibanco, Bradesco, Banco do Brasil e Santander. Esses são os dados da Economatica.

O questionamento sobre o PIX ter causado prejuízo aos bancos ganhou mais força depois das declarações do ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.



Ele postou na rede social Twitter que a perda dos bancos com o PIX foi de cerca de R$ 40 bilhões em tarifas. Além disso, Ciro Nogueira também afirmou de maneira equivocada que a ferramenta foi criada por Jair Bolsonaro.

Nas palavras do ministro-chefe da Casa Civil, os banqueiros assinaram um manifesto em defesa da democracia por causa da perda com o PIX. “O Banco Central independente coloca em prática o PIX, que por ano transferiu mais de 30, 40 bilhões de reais de tarifas que os bancos ganhavam a cada transferência bancária e hoje é de graça”, escreveu ele no Twitter.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário