scorecardresearch ghost pixel



Nubank deve indenizar cliente em R$ 10 mil; descubra porquê

O banco terá que indenizar a cliente depois que ela teve o celular roubado, pois os criminosos acessaram a conta e fizeram uma transferências de valores altos. A queixa sobre a insegurança nos bancos digitais só cresce.



Os casos de roubos de aparelhos celulares tem prejudicado muitos clientes dos bancos digitais, principalmente porque os criminosos quase sempre consegue acesso às conta sem muita dificuldade. O banco Nubank, por exemplo, terá que indenizar uma cliente em R$ 10 mil depois que um PIX foi feito por meio de um celular roubado.

Leia mais: Cartão sem anuidade Nubank está disponível; saiba como solicitar

Alguns clientes que já passaram por essa situação de ter o celular roubado reclamaram nas redes sociais sobre a dificuldade em conseguir um rápido atendimento por parte do banco digital. Um exemplo? Ao entrar em contato para comunicar o roubo e bloquear as transações a partir de determinado momento.



Nubank tem que indenizar cliente

No caso envolvendo o banco digital Nubank, a cliente teve um prejuízo de mais de R$ 6.600 em maio de 2021. De acordo com a vítima, os criminosos conseguiram fazer duas transferências. Mesmo depois de comunicar o banco sobre o acontecido, ela não foi capaz de obter o dinheiro de volta e ficou no prejuízo.

A saída encontrada foi entrar com um processo na Justiça. Depois de apresentar todas as provas referentes ao caso, o Nubank teve que indenizar a vítima em R$ 10 mil. Parte é do valor retirado da conta pelos criminosos e a outra como uma forma de indenizá-la por danos morais.

No entendimento da Justiça, os bancos digitais oferecem um serviço que é de risco, por essa razão é preciso maior vigilância sobre o que é oferecido aos clientes. Além disso, os bancos digitais têm a possibilidade de bloquear transações consideradas suspeitas.

Os casos de acesso às contas após o roubo de aparelhos celulares estão entre as principais queixas registradas pelos clientes contra os bancos digitais, que muitas vezes apresentam falhas na segurança.



Não é para menos que um levantamento divulgado recentemente pela plataforma Reclame Aqui indica que o Nubank está no topo da lista, pois já contabiliza cerca de 299 reclamações sobre isso.

Em nota enviada ao Valor Investe, a Zetta – empresa criada por empresas de tecnologia – garantiu que os bancos digitais são seguros e investem em ferramentas para aumentar a segurança dos clientes.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário