scorecardresearch ghost pixel



Preço da gasolina pode voltar ao que era em junho 2021; confira o valor

Valor médio cobrado pela gasolina vem apresentando queda nos últimos meses. Combustível já é vendido abaixo dos R$ 6.



O preço cobrado pela gasolina nas bombas de todo o país pode retornar ao patamar que era em junho de 2021 ainda nesta semana. A queda está relacionada à redução de R$ 0,15 por litro anunciada pela Petrobras no repasse às distribuidoras.

Leia mais: Preço da gasolina DESPENCA e novo valor SURPREENDE os motoristas

De acordo com um cálculo feito pela própria pela petroleira, o preço da gasolina deve cair R$ 0,11 o litro nos postos, considerando que o produto também leva o etanol em sua mistura.

O último levantamento feito pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), e divulgado no dia 29 de julho, mostra que o litro do derivado do petróleo marcava o valor médio de R$ 5,74.



Pesquisa semanal

A pesquisa, feita por uma empresa contratada pela agência, utiliza como dados as placas de preços dos estabelecimentos para produzir seus relatórios. Ao todo, são analisados, em média, 5,5 mil postos de combustíveis.

“A frequência da coleta é semanal e, como regra geral, os preços à vista são coletados nos três primeiros dias úteis de cada semana com envio por meio eletrônico dos resultados”, explicou a ANP como funciona sua metodologia.

Na prática, a pesquisa mais recente do órgão ainda não detectou as variações de preço da gasolina com o novo desconto, apesar de os cálculos já terem incluído a redução anterior.

Valor da gasolina de junho de 2021

Caso a nova redução nos preços dos combustíveis seja aplicada pelos postos, o valor da gasolina nas bombas pode retornar ao patamar de preços do mês de junho de 2021. Atualmente, o valo médio do combustível é de R$ 5,74, mas com o novo desconto ele deve cair para R$ 5,63.



Em junho do ano passado, a média mensal cobrada pelo litro da gasolina comum era de R$ 5,68. A descida gradativa dos preços depois de 13 meses tem origem em dois fatores, que incluem a isenção de impostos (ICMS) e as reduções da Petrobras, agora comandada por  Caio Mario Paes de Andrade.

O executivo fez parte da decisão de reduzir o preço da gasolina, primeiro em 4,93%, depois em 3,88%. Atualmente, o valor cobrado pelo litro da gasolina, na faixa de R$ 5,74, já é R$ 1,55 menor em comparação ao seu valor registrado em maio, quando o litro bateu R$ 7,29.




Voltar ao topo

Deixe um comentário