scorecardresearch ghost pixel



Concurso IBGE: Novo edital com 204 mil vagas aberto! Até R$ 2.100

Concurso IBGE 2021 oferece mais de 204 mil vagas para agente e recenseador. Remunerações chegam a R$ 2.100. Inscrições pelo site do Cebraspe.



O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é um órgão que tem atribuições ligadas às geociências, estatísticas sociais, demográficas e econômicas. Para isso, realiza censos e organiza informações coletadas acerca da população que servem como parâmetro de dados a nível, inclusive, internacional.

Como é um órgão público, a forma de ingresso na instituição é por meio de concursos. Para este ano, milhares de oportunidades serão oferecidas. A começar pela seleção com inscrições abertas para os cargos de agente censitário municipal (ACM), agente censitário supervisor (ACS) e recenseador, de níveis fundamental e médio.

Já o outro edital do IBGE deve abrir 6.500 vagas imediatas. As contratações são temporárias e mais informações podem ser vistas nos tópicos seguintes. Confira!

Concurso IBGE Censo 2021 com inscrições abertas

Realizado a cada 10 anos, o Censo Demográfico é um levantamento que serve como referência para conhecimento das condições de vida da população em todo o país. Por meio da pesquisa, é possível identificar o número de pessoas que residem no Brasil, sexo, faixa etária, onde e como elas vivem.

Um novo concurso IBGE Censo 2021 está com inscrições abertas para convocação de interessados. O processo, que já havia sido iniciado em 2020, mas foi suspenso em função da pandemia, será retomado nos próximos meses. No geral, a seleção oferta mais de 204 mil vagas temporárias para níveis fundamental e médio, distribuídas da seguinte forma:

Nível fundamental

  • Recenseador – 181.898 vagas.

Nível médio

  • Agente censitário municipal – 5.450 vagas;
    Agente censitário supervisor – 16.959 vagas.

O salário é de R$ 2.100 para o cargo de agente censitário municipal e de R$ 1.700 para agente supervisor, além de R$ 458, referentes ao auxílio-alimentação, para ambos os cargos. Sobre o soldo para recenseador, os salários podem variar de acordo com a região e produção de cada contratado.

Além dos ganhos mensais, os recém-contratados também terão direito ao auxílio-transporte e ao auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário de modo proporcional.

Candidatos que desejam concorrer a uma vaga da seleção devem acessar o site do Cebraspe, o organizador. Para o cargo de agentes censitários (supervisor e municipal), as candidaturas ficam abertas até o dia 15 de março de 2021. A taxa de participação é no valor de R$ 39,49. Já para recenseador, as candidaturas seguem abertas até o dia 19 de março de 2021. Para se inscrever, será necessário desembolsar a taxa de R$ 25,77.

Concurso IBGE 2021 – Editais previstos

Um novo edital autorizado do IBGE irá recrutar até 6.500 temporários de níveis médio e superior. O modelo de contração terá duração de até um ano, com possibilidade de prorrogação. Veja abaixo a distribuição das vagas ofertadas no próximo processo seletivo do instituto:

  • Agente de pesquisa e mapeamento (nível médio) – 5.623 vagas;
  • Supervisor de coleta e qualidade (nível médio) – 552 vagas;
  • Agente de pesquisa por telefone (nível médio) – 300 vagas;
  • Supervisor de pesquisa (nível superior) – 25 vagas.

É importante destacar que os profissionais selecionados irão atuar nas pesquisas permanentes do Instituto, de natureza estatística e geocientífica. Diferentemente dos aprovados no Censo Demográfico, que está com as inscrições abertas em 2021.

Recentemente, o Instituto anunciou a contratação de duas bancas organizadoras, sendo o Cebraspe e o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). Ao que tudo indica, os editais das seleções devem sair até março de 2021. A remuneração para cada cargo ainda não foi confirmada.

  • Censo demográfico 2021 terá novo edital

Existem ainda novos editais do IBGE previstos para 2021. Juntos, eles somam 312 vagas temporárias, sendo que um deles já recebeu o aval do Ministério da Economia. Sendo assim, são 192 vagas para os cargos de agente censitário de pesquisa por telefone, que exige nível médio, e supervisor censitário de pesquisa e codificação, de nível superior.

Sobre o edital que aguarda autorização da pasta, ele deve oferecer 120 vagas para codificador, carreira que exige nível médio. Em mais recente atualização, o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) foi escolhido como responsável pelo concurso.

A contratação dos candidatos aprovados no primeiro edital devem ocorrer a partir de julho de 2021, uma vez que eles irão atuar diretamente na pesquisa. Já os selecionados no segundo certame serão contratados a partir de fevereiro de 2022, após a realização do Censo, já que estes são os profissionais que atuam no processamento dos dados.

Para mais informações, consulte os editais a seguir:

Concurso IBGE – Efetivos

Em último pedido enviado para a contratação de efetivos, 1.800 vagas foram solicitadas para o concurso IBGE 2020, sendo 1.200 oportunidades para técnicos, que exige apenas nível médio. As outras 600 oportunidades são voltadas para carreiras de nível superior, em cargos de analista.

Depois do pedido feito em 2017 ser negado, o órgão informou que pretendia enviar uma nova solicitação em 2019. A expectativa era de que o pedido fosse protocolado junto ao extinto Ministério do Planejamento, mas não houve concretização. Caso confirmado, o concurso IBGE para preenchimento efetivo deve sair em breve.

Os vencimentos para estas carreiras variam de R$ 3.890,87 a R$ 8.213,07, incluindo o auxílio-alimentação de R$ 458. Por conta da necessidade de reposição de cargos vagos, o certame é um dos mais aguardados. Ainda assim, o governo não concedeu a tão aguardada autorização.

A situação no órgão é preocupante. Em 2017, 617 servidores se aposentaram, sendo o maior índice registrado na região Sudeste (em especial, no Rio de Janeiro). Em 2018, somente no mês de fevereiro, mais 86 efetivos pediram aposentadoria.

Concurso IBGE 2019: Censo Experimental

O primeiro edital para atendimento do Censo Experimental, em 2019, saiu em março daquele ano. Já o segundo, com vagas de nível fundamental para recenseador, saiu em outubro.

De acordo com o certame, a oferta foi de 27 vagas de nível fundamental para o cargo de recenseador. O desempenho das atividades se deu na cidade de Poços de Caldas (MG). O processo de seleção ocorreu por meio de análise de títulos, de caráter classificatório.

Para mais informações, acesse o Edital IBGE 2019 – Recenseador Censo Experimental.

Os contratos celebrados por até dois meses para recenseador e até seis meses para os demais cargos. Os salários são de R$ 2.100 para ACM e R$ 1.700 para ACS. O recenseador recebe por produção. O processo de avaliação dos candidatos constou de provas objetivas, cuja aplicação ocorreu em 21 de julho de 2019.

Veja todos os detalhes no Edital concurso IBGE 2019 – Censo Experimental.

Concurso IBGE 2019: agente e coordenador

O terceiro edital para temporários do Censo Demográfico abriu 2.658 vagas. Inicialmente, a previsão era de 3.100 vagas. Confira os cargos contemplados e a distribuição das vagas:

  • Agente Censitário Operacional – 1.315 vagas;
  • Coordenador Censitário de Subárea – 1.343 vagas.

A escolaridade mínima foi ensino médio. O salário é de R$ 2.158, para agente, e R$ 3.558, para coordenador, incluindo auxílio-alimentação de R$ 458. Além da remuneração básica, os contratados dispõem de auxílios transporte e escolar (para dependentes), bem como 13º e férias proporcionais.

Confira mais informações no Edital IBGE 2019 – Recenseador Censo Experimental.

As vagas de coordenador foram distribuídas por vários municípios, as de agente são para todas as capitais brasileiras. Para concorrer ao primeiro cargo foi preciso ter, além da escolaridade mínima, carteira de habilitação na categoria B ou superior. Para agente, a exigência foi apenas o nível médio.

As inscrições ficaram abertas até 15 de outubro de 2019, pelo site da FGV, banca responsável. A confirmação da solicitação de participação foi feita mediante pagamento de taxa, de R$ 42,50 e R$ 58,00, para agente e coordenador, respectivamente.

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas, que aconteceram em 8 de dezembro de 2019. A prova foi composta por 60 questões, sendo elas distribuídas entre as seguintes disciplinas: Língua Portuguesa (15); Raciocínio Lógico e Quantitativo (dez); Ética no Serviço Público (cinco); e Noções de Administração e Situações Gerenciais (30) – para coordenador censitário, e Noções de Administração (15) e de Informática (15) – para o agente.

O resultado final foi divulgado no dia 10 de janeiro de 2020, por meio do Diário Oficial da União. O concurso IBGE 2019 terá validade de um ano, a partir da data de homologação. Confira mais informações no Edital concurso IBGE 2019 – agente e coordenador

Concurso IBGE 2019: Analista Censitário

Disponibilizado no Diário Oficial da União de 8 de julho de 2019, o segundo edital para temporários do IBGE trouxe 400 vagas para analista censitário. A função exige ensino superior completo conforme as áreas de atuação abaixo:

  • Análise de Sistemas – suporte a comunicações e rede (cinco vagas);
  • Análise de Sistemas – Web/mobile (duas vagas);
  • Análise de Sistemas – desenvolvimento e aplicações (17 vagas);
  • Análise de Sistemas – suporte operacional e de tecnologia (quatro vagas);
  • Análise de Sistemas – suporte à produção (quatro vagas);
  • Análise Socioeconômica (36 vagas);
  • Jornalismo (35 vagas);
  • Letras (uma vaga);
  • Logística (cinco vagas);
  • Métodos Quantitativos (57 vagas);
  • Gestão e Infraestrutura (142 vagas);
  • Produção Gráfica/Editorial (duas vagas)
  • Programação Visual/Webdesign (dez vagas);
  • Desenho Instrucional (duas vagas);
  • Recursos Humanos (sete vagas);
  • Analista de Planejamento e Gestão (uma vaga);
  • Analista de Geoprocessamento (24 vaga);
  • Biblioteconomia e Documentação (quatro vagas);
  • Ciências Contábeis (30 vagas);
  • Ciências Sociais (12 vagas).

Os profissionais selecionados terão remuneração mensal de R$ 4.200. As oportunidades estão distribuídas pelas 26 capitais do país e Distrito Federal. A autorização para o certame foi publicada em 30 de abril. Os profissionais selecionados por meio de processo seletivo simplificado vão atuar na fase de planejamento do Censo. Os contratos serão celebrados por até 12 meses.

O processo de avaliação dos candidatos constou de etapa única, composta por prova objetiva. O exame foi realizado no dia 1 de setembro de 2019, no Distrito Federal e em todas as capitais do país.

Confira informações complementares acessando o Edital concurso IBGE 2019 – Analista Censitário.

Concurso IBGE 2019: Atuação direta no Censo 2020

Por fim, veio o aguardado aval para atuação direta do Censo. A portaria publicada em 6 de maio autorizou o provimento de 234.416 vagas em todos os níveis de escolaridade. Confira a distribuição:

  • Coordenador Censitário da Subárea 1 (600 vagas) – PUBLICADO;
  • Coordenador Censitário da Subárea 2 (850 vagas) – PUBLICADO;
  • Agente Censitário Operacional (1.760 vagas) – PUBLICADO;
  • Supervisor – call center (quatro vagas);
  • Agente Censitário Municipal (6.100 vagas);
  • Agente Censitário Supervisor (23.578 vagas);
  • Codificador Censitário (120 vagas);
  • Recenseador (196 mil vagas);
  • Supervisor PA (1.304 vagas);
  • Recenseador PA (4.100 vagas).

Processo Seletivo IBGE 2017

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE divulgou o novo processo seletivo simplificado que visa preencher 1.152 vagas temporárias do novo Censo Agropecuário 2017. O objetivo é atender a demanda de vagas do edital nº 02/2017, cujo número de inscritos foi inferior a quantidade de vagas ofertadas.

Os interessados se inscreveram no período de 23 de outubro e 6 de novembro de 2017concuem um dos postos de inscrições do IBGE, listados a seguir: https://www.ibge.gov.br/institucional/trabalhe-conosco.html.

Foram lançados quatro processos seletivos para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O intuito era a contratação temporária para a realização do Censo Agropecuário. Ao todo, foram ofertadas 82.050 vagas temporárias por todo o país e para todos os níveis de escolaridade. Os salários chegaram a R$ 7.624 mensais.

Confira a matéria completa do processo seletivo IBGE 2017 clicando aqui.

Comece a estudar agora mesmo com a apostila baseada no último edital: 

Cargos do Processo Seletivo IBGE 2017

Distribuídas entre as 26.440 vagas do Processo Seletivo do IBGE, houve oportunidades para recenseador (19.013), analista censitário (266) e agente censitário – regional (375), de informática (174), administrativo (381), supervisor (4946) e municipal (1285).

O contrato de trabalho será temporário, inicialmente com validade de um ano, podendo ser prorrogado por mais dois, sendo apresentadas as devidas justificativas relativas à demanda para extensão. Os aprovados terão salários de R$ 2.018 a R$ 7.624, dependendo do cargo escolhido.

Além da remuneração básica, os colaboradores do IBGE para o Censo Agropecuário 2017 têm direito à 13º salário, férias e auxílio-alimentação, no valor mensal de R$ 458.

Saia na frente: Apostila para Recenseador – IBGE (Material Baseado no último edital)

Sobre o IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é fundação pública parte da administração federal. Instituído em 1871, tinha o nome de Diretoria Geral de Estatística (DGE).

Em 1936, foi regulamentado como Instituto Nacional de Estatística (INE), ao qual foi integrado, em 1937, o Conselho Brasileiro de Geografia (CBG). Seu formato atual foi criado em 1938, quando foram integradas as competências do INE e do CBG em um órgão só.

Atualmente, é vinculado ao MPOG e possui, em sua estrutura, a presidência, apoiada por quatro diretorias e dois órgãos centrais. Sua rede nacional de pesquisa e disseminação é composta por 27 unidades estaduais, além de gerências, diretorias, supervisões, e agências de pesquisa.

Também fazem parte da rede o Centro de Documentação e disseminação de Informações (CDDI) e a Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE).

Suas atribuições estão relacionadas às estatísticas (demográficas, econômicas e sociais) e geociências. Nelas, incluem-se a realização dos censos (demográfico, contagem de população e agropecuário) e organização das informações coletadas, a fim de suprir órgãos governamentais, instituições e público em geral com as mesmas.

Também são divulgados índices econômicos, como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Último concurso do IBGE para fins censitários

O último concurso do IBGE foi realizado no ano de 2013, com o lançamento de edital para 7.825 vagas temporárias, sob os cuidados da Fundação Cesgranrio. Ao todo, mais de 546 municípios de todo o país foram contemplados com as oportunidades de trabalho.


Dentre o montante de vagas, cerca de 7.600 delas foram destinadas ao cargo de agente de pesquisas e mapeamento, de nível médio.

As demais estavam distribuídas para os cargos de agente de pesquisas por telefone, analisa censitário de geoprocessamento e supervisor de pesquisas, sendo os dois últimos cargos exclusivos para quem possuía ensino superior.

Concurso IBGE: O que estudar?

No último concurso, realizado em 2015, o conteúdo programático das provas objetivas foi constituído pelas seguintes disciplinas:

  • Técnico em informações geográficas e estatísticas:

  • Analista e Tecnologista (exceto Análise de Sistemas/Desenvolvimento de Sistemas e Tecnologista – Área de Conhecimento de Estatística)

  • Tecnologista (Área de Conhecimento de Estatística)

  • Analista ( Análise de Sistemas/Desenvolvimento de Sistemas e Tecnologista)




Voltar ao topo

Deixe um comentário