O que é investimento e como começar a investir?

Investimento é uma forma de fazer o seu dinheiro render ao longo do tempo. Para começar a investir é importante conhecer como funciona esse mercado.

O conceito de investimento refere-se à expectativa de certo ganho ou resultado futuro. Vários itens podem ser considerados como capital para investir. O termo é muito comum entre o mercado financeiro e esse tipo de aplicação ajuda a mover a economia.

Investir é aplicar dinheiro para lucrar com ele no futuro. Para ajudar interessados em multiplicar valores e conhecer mais sobre esse mercado, o Edital Concursos Brasil explica o que é investimento e como começar a investir do zero. Confira!

O que é investimento?

Investimento é uma aplicação que consiste em transformar uma quantia em mais dinheiro. Existem várias formas de investir, mas cada uma possui riscos e retornos diferentes.

Dentro da categoria de investimentos financeiros, existem dois grandes tipos: os de renda fixa e os de renda variável. O primeiro consiste em um rendimento já certo e esperado. No segundo, o cliente não sabe quanto vai resgatar – podendo ser mais ou menos.

Para que um investimento tenha ganhos, é necessário que sua taxa de lucro seja superior aos custos. No entanto, como o futuro é incerto, o risco e a rentabilidade do investimento são inevitáveis.

Os investimentos estão sujeitos a duas variáveis: risco e retorno. Isso quer dizer que quanto maior for o risco de um investimento, maior será o potencial de retorno. O inverso também acontece: quanto menor o risco, menor o retorno.

Por isso, o investidor deve tomar cuidado e estudar a aplicação antes de investir.

Como começar a investir?

Para quem está começando no mercado financeiro, é indicado investir em opções com riscos menores e rentabilidade mais garantida, como os produtos de renda fixa. Confira o passo a passo abaixo para começar a investir:

  1. Trace seus objetivos e diminua as expectativas
  2. Separe sempre uma quantia por mês para investir
  3. Conheça seu perfil de investidor
  4. Estude sobre educação financeira e investimentos
  5. Procure uma instituição financeira e avalie as opções que ela oferece
  6. Após pesquisar, comece o investimento com opções mais seguras

Decidir em quais produtos e modalidades investir é uma tarefa que demanda autoconhecimento. De maneira geral, como mencionado, o investidor pode escolher entre investimentos de renda fixa e variável. Entenda as características de cada um:

Modalidade: Renda Fixa 

  • Produtos: Tesouro Direto, os CDBs e as LCAs, entre outros, são alguns dos mais conhecidos (veja mais sobre eles abaixo).
  • Tipo: Pré-fixados (retorno no fim da aplicação) e Pós-fixados (rendimento atrelado a algum outro índice da economia)

Modalidade: Renda Variável

  • Produtos: fundos de ações, fundos cambiais e fundos imobiliários

Conceitos de investimento

Na hora de investir, é importante conhecer alguns termos importantes deste mercado. Confira abaixo:

Tipos de ativos

  • Tesouro Direto: compra e venda de títulos públicos federais por pessoas físicas através da internet
  • Certificado de Depósito Bancário (CDB): título emitido por bancos para captar recursos para financiar suas operações
  • Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) e Letras de Crédito Imobiliário (LCI): títulos emitidos por bancos, que trabalham como intermediários
  • Fundos de investimento: reúne recursos de investidores para que possam aplicar ativos financeiros

Outros termos

  • Liquidez: velocidade e facilidade com a qual um ativo pode ser convertido em caixa
  • Risco: chance do investimento sair do previsto
  • Retorno: receita de uma aplicação financeira
  • Diversificação: divisão dos recursos entre diferentes produtos

Confira também: LTN: O que é e como investir em Letras do Tesouro Nacional

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário