Itaú Unibanco apresenta Iti, plataforma de pagamentos digitais

Aplicativo está em fase de testes e será liberado para todos os usuários de Android e iOS a partir do terceiro trimestre de 2019.

O Itaú Unibanco anunciou nesta segunda-feira (13), o Iti, plataforma de pagamentos digitais. Por meio do celular, através do uso de aplicativo e da leitura de QR Codes, a novidade permite que sejam feitas transferências para qualquer pessoa ou estabelecimento sem precisar ser cliente do banco.

Os pagamentos pelo Iti são realizados de maneira instantânea, 24 horas por dia. As transações pela plataforma podem ser realizadas de duas formas: por meio do cadastro do cartão de crédito de qualquer banco ou por meio do saldo da conta Iti, a qual pode ser recarregada por meio de boleto ou transferência bancária.

Com o Iti, a pessoa ou o estabelecimento recebe a transferência na hora, mas você só paga na fatura. O serviço de pagamentos é gratuito, com limite de R$ 1.000 em transações diárias.

O iti será lançado em julho de 2019, inicialmente em fase de testes. Segundo a diretora do Itaú, Livia Chanes, saques e transferências estão isentos até o final do ano. Após este período, as tarifas serão definidas de acordo com o padrão de uso.

Benefícios para lojistas

Por ser um serviço 100% digital, o Iti, com sua taxa de transação de 1%, é uma opção competitiva em comparação às maquininhas de cartão. A plataforma também não cobra mensalidade ou exige comprovação de faturamento.

Como o Iti é um serviço de pagamento instantâneo, a empresa recebe o valor das vendas pela plataforma em até 1 dia útil, seja no débito como no crédito.

Segundo o Itaú, apesar do Iti ter sido concebido como uma plataforma de pagamentos simples, ancorada numa conta digital, novos produtos serão ofertados. Os planos do banco são lançar futuramente soluções de crédito, investimentos, seguros, cartão de crédito, entre outros.

Como funciona o aplicativo

Para criar a conta no Iti, é preciso fazer um cadastro, mediante aprovação. Segundo o banco, a análise é feita na hora, a partir do CPF ou CNPJ. Assim, o cliente pode saber se poderá seguir ou não com o cadastro no Iti.

O aplicativo pode ser baixado gratuitamente. A conta não tem necessidade de comprovação de renda, só exige dados básicos.

No caso de cadastro de pessoa física, o Iti funciona com sistema de biometria facial. Também é exigida a criação de uma senha de acesso.

Para o cadastro de pessoa jurídica, biometria facial e senha de acesso também são necessários para que sejam registrados os dados do representante da empresa.

Confira mais informações sobre a plataforma no site oficial do Iti.

Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário