scorecardresearch ghost pixel

Auxílio de R$ 600: Caixa libera 3ª parcela retroativa do benefício. Saiba quem recebe

Serão contemplados os beneficiários nascidos em julho que receberam a primeira parcela neste mesmo mês.

A Caixa Econômica Federal realiza nesta sexta-feira, 16, mais um pagamento do auxílio emergencial. Serão contemplados os nascidos em julho que receberam a primeira parcela de R$ 600 neste mesmo mês. Para este grupo, o crédito é referente à terceira parcela do programa.

O valor será depositado na conta poupança social digital da Caixa, em que os beneficiários poderão efetuar pagamentos de contas e boletos ou fazer compras utilizando o cartão de débito virtual gerado no aplicativo ou o QR Code. Somente a partir do dia 26 de novembro o dinheiro será liberado para saque e transferência bancária.

Confira a seguir o calendário de pagamentos da terceira parcela do auxílio emergencial de R$ 600:

Depósito em conta

  • 30 de setembro – nascidos em janeiro
  • 5 de outubro – nascidos em fevereiro
  • 7 de outubro – nascidos em março
  • 9 de outubro – nascidos em abril
  • 11 de outubro – nascidos em maio
  • 14 de outubro – nascidos em junho
  • 16 de outubro – nascidos em julho
  • 21 de outubro – nascidos em agosto
  • 25 de outubro – nascidos em setembro
  • 28 de outubro – nascidos em outubro
  • 29 de outubro – nascidos em novembro
  • 1º de novembro – nascidos em dezembro

Saque e transferência

  • 7 de novembro – nascidos em janeiro
  • 7 de novembro – nascidos em fevereiro
  • 14 de novembro – nascidos em março
  • 21 de novembro – nascidos em abril
  • 21 de novembro – nascidos maio
  • 24 de novembro – nascidos junho
  • 26 de novembro – nascidos em julho
  • 28 de novembro – nascidos em agosto
  • 28 de novembro – nascidos em setembro
  • 1º de dezembro – nascidos em outubro
  • 5 de dezembro – nascidos em novembro
  • 5 de dezembro – nascidos em dezembro

Quantas parcelas vou receber?

O auxílio emergencial foi criado para apoiar financeiramente milhões de brasileiros afetados pela pandemia da Covid-19. Sendo assim, o programa está vinculado ao decreto do estado de calamidade pública, que expira em 31 de dezembro de 2020.

Inicialmente, era previsto o pagamento de cinco parcelas de R$ 600. Com o andamento da pandemia, o Governo Federal decidiu prorrogar o benefício, agora com o pagamento de até quatro parcelas no valor de R$ 300.

Entretanto, como os pagamentos devem ser concluídos em dezembro, muitos beneficiários não receberão todas as parcelas adicionais. O número de pagamentos extras varia de acordo com o mês em que a primeira parcela foi depositada. Confira:

  • Quem recebeu a primeira parcela em abril receberá quatro parcelas de R$ 300 entre setembro e dezembro;
  • Quem recebeu a primeira parcela em maio receberá três parcelas de R$ 300 entre outubro e dezembro;
  • Quem recebeu a primeira parcela em junho receberá duas parcelas de R$ 300 em novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a primeira parcela em julho receberá somente uma parcela de R$ 300 em dezembro.

Vale ressaltar que, nesta segunda etapa, não será possível realizar novos cadastros. As parcelas adicionais serão pagas automaticamente após a conclusão dos depósitos de R$ 600 para todos os beneficiários que continuam elegíveis, conforme as novas regras do programa.

Leia também: Valor pago pelo auxílio emergencial por domicílio foi de R$ 900 em média


Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário