scorecardresearch ghost pixel

Como conseguir empréstimo na Caixa sem consulta ao SPC e Serasa?

Confira como funciona cada uma das formas de empréstimo mais acessíveis da Caixa para quem está com o nome sujo.

Quem está negativado e com score baixo no SPC e Serasa pode ter dificuldades para conseguir ser aprovado para o pedido de empréstimo. Aqueles que precisam de dinheiro, principalmente nesta época de pandemia podem contar com as opções oferecidas pela Caixa Econômica Federal.

Confira como funciona cada uma dessas formas de empréstimo mais acessíveis da Caixa a partir das explicações logo abaixo:

FGTS como garantia

Nesta caso, para liberar o empréstimo, o banco aceita o seu saldo disponível no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Como a Caixa é a gestora de pagamentos do fundo, se o cidadão não pagar as parcelas, a inadimplência é resolvida com a retirada direta do FGTS no valor referente à dívida.

Nessa forma de garantia, o valor concedido é de 10% do saldo disponível na conta do fundo e de 40% da multa rescisória quando há demissão sem justa causa. Para contrar, é necessário que a empresa onde você trabalha tenha aderido ao serviço.

Por esse motivo, o interessado em contratar deve primeiro entrar em contato com o setor de Departamento Pessoal (DP) ou de Recursos Humanos (RH) da empresa trabalha para solicitar mais informações e também entrar em contato com a Caixa para solicitar empréstimo por meio do FGTS.

Penhor da Caixa

Além do FGTS, por meio do penhor de bens, o banco faz penhora no valor equivalente à mercadoria. Essa modalidade de garantia é uma das formas mais rápidas e de fácil aprovação. Neste caso, o limite do empréstimo liberado é calculado com base em 85% do valor de mercado do bem penhorado.

Os limites podem chegar até 100% do valor da garantia para os clientes que recebem o crédito salário na Caixa. O banco aceita como penhor:

  • joias em ouro de, no mínimo, 12 quilates
  • metais nobres
  • relógios
  • pérolas
  • diamantes
  • pratarias
  • canetas de valor
  • entre outros bens

Cuidado: caso as parcelas do empréstimo não sejam pagas pelo devedor, é gerada mais inadimplência para o cliente, e bem dado como garantir vai a leilão.


Voltar ao topo

Deixe um comentário