scorecardresearch ghost pixel



Programa CNH Social oferta 5 mil vagas para tirar a carteira de motorista sem pagar nada

Programa isenta os participantes das taxas para tirar a primeira habilitação, mudar ou adicionar categoria.



Cerca de 5 mil cidadãos que não têm condição de custear o processo de habilitação poderão participar do programa CNH Social. A iniciativa vai isentar os custos para quem quer tirar a primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH), adicionar ou mudar de categoria.

Leia mais: Descubra como receber de volta 60 meses de ICMS pagos na conta de energia

O preço do processo para a primeira via pode chegar a R$ 2.860,00 para a categoria B, afirma a diretora de Educação para o Trânsito do Detran-MS, Elijane Coelho. Como o objetivo de ampliar o acesso ao documento, o órgão anunciou a distribuição de milhares de vagas por todo o estado do Mato Grosso do Sul.



O que o Programa CNH Social oferece?

A iniciativa vai cobrir todos os gastos para retirada da primeira habilitação nas categorias A, B ou AB. Isso inclui as 20 aulas práticas e as 45 teóricas exigidas, os exames médico e psicológico e as taxas.

Também terão gratuidade no processo os condutores que querem mudar a categoria da CNH para C, D ou E, ou ainda adicionar as categorias A ou B.



Quem pode se inscrever?

Para concorrer a uma das 5 mil vagas em todo o estado, o candidato precisa cumprir os seguintes requisitos:

  • Ter idade mínima de 18 anos;
  • Ser alfabetizado;
  • Estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal;
  • Ter renda per capita de até meio salário mínimo ou renda total mensal de até dois salários mínimos;
  • Residir em Mato Grosso do Sul há, no mínimo, dois anos;
  • Não ter cometido crimes na condução de veículo, com sentença penal condenatória transitada em julgado;
  • Não ter a CNH ou a Permissão para Dirigir cassada.

Inscrição

Mais informações sobre o processo de inscrição serão divulgadas ainda em março. As oportunidades serão distribuídas em editais regionais informando a quantidade, o período de inscrição e as regras para o processo.

Vale destacar que 5% das vagas para a primeira habilitação serão destinadas a pessoas com deficiência (PcD).




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário