scorecardresearch ghost pixel



Bolsonaro diz que ministro da Economia vai reajustar a tabela do IR

Durante entrevista, o presidente Jair Bolsonaro deu novas previsões sobre o reajuste na tabela do IR.



Em ano eleitoral, o reajuste da tabela do Imposto de Renda (IR) volta a fazer parte do discurso de Jair Bolsonaro. O presidente disse que o ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende anunciar o ajuste para o ano que vem. Assim o desconto passaria de R$ 2 mil para R$ 3 mil.

Leia mais: Imposto de Renda: veja erros que podem fazer você cair na malha fina e como evitá-los

“Ele pretende anunciar para o ano que vem já um percentual bastante elevado de desconto”, disse o presidente. Segundo Bolsonaro, o assunto foi discutido com o ministro da Economia, que demonstrou interesse no reajuste.

Tabela do IR

O reajuste na tabela do IR é uma promessa de campanha de Jair Bolsonaro. Ou seja, vem desde 2018 e até agora não houve nenhuma mudança. Mas, com a proximidade das eleições, o assunto volta a virar pauta nos discursos do presidente da República.



Se a tabela fosse alterada de acordo com a inflação, mais de 15 milhões de brasileiros ficariam isentos do imposto. O cálculo foi feito pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Unafisco).

Nas palavras do presidente, a possibilidade de reajuste não deve impactar na busca por uma fonte alternativa. Disse ainda que o ministro da Economia já solicitou um estudo para a Receita Federal. Com o resultado será possível definir o total que pode ser reajustado na tabela do IR.

A possibilidade de reajuste foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro durante uma entrevista à CNN Brasil. Até então o ministro da Economia, Paulo Guedes, vinha se mostrando resistente à mudança na tabela do Imposto de Renda.

Porém, o anúncio do estudo feito pela Receita Federal e a declaração dada pelo presidente Jair Bolsonaro indicam uma possibilidade de novidades sobre o tema neste ano de eleições.




Voltar ao topo

Deixe um comentário