scorecardresearch ghost pixel



Ciência: conheça qual é a fruta que faz bem ao coração

O consumo diário de alguns alimentos é realmente positivo para a saúde do organismo. Pesquisadores apontaram uma fruta que faz bem ao coração se for consumida todo dia.



O segredo para atingir uma vida longa e saudável passa pela base alimentar de qualquer pessoa. Neste sentido vale a pena conhecer uma fruta que faz bem ao coração. Estudos recentes mostraram que o cranberry ajuda imensamente na melhora do sistema cardiovascular humano.

Veja também: Bacon pode ser tão perigoso quanto o cigarro para a saúde

 A pesquisa aponta que o pó de cranberry tem potencial para dilatar as artérias e melhorar o fluxo sanguíneo. Essa descoberta fez com que o alimento ganhasse a fama de ser a fruta que faz bem ao coração das pessoas.



Como foi a pesquisa sobre a fruta que faz bem ao coração?

Cranberry

Os dados da pesquisa foram anunciados no periódico especializado Food & Function ainda no mês de março deste ano. Ao todo, 45 homens adultos e saudáveis foram submetidos ao consumo diário de cranberry. Eles comiam 9 gramas de pó da fruta misturados em água.

Para atingir os resultados observados, foi necessária uma série de medições e exames. Os cientistas analisaram a dilatação mediada por fluxo, frequência cardíaca, pressão arterial, níveis de lipídios no sangue e de glicose.



Todas essas informações serviram de subsídios para os estudos que apontaram a fruta que faz bem ao coração.

Cranberry melhora o fluxo de sangue

Ao final dos testes, foi constatado que o cranberry em pó ajudou a dilatar as artérias e melhorou consideravelmente o fluxo de sangue pelo organismo humano. O efeito pode contribuir para diversos pacientes, mas ainda está em fase de estudos.

Vale destacar que não foi notado qualquer efeito de alteração significativa sobre a frequência cardíaca e a pressão arterial. No entanto, segundo os pesquisadores, o consumo diário por 30 dias pode melhorar a qualidade do fluxo sanguíneo pelo sistema vascular.

Os ganhos seriam voltados para o âmbito metabólico de homens adultos saudáveis. Novas pesquisas sobre o tema devem ser feitas em breve por mais cientistas.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário