scorecardresearch ghost pixel



5 parcelas do auxílio emergencial liberadas; quais as regras para receber?

Liberado novo pagamento do auxílio emergencial aos cidadãos que receberam apenas a cota simples do programa em 2020. Saiba como consultar!



O governo federal liberou no mês de junho os pagamentos do auxílio emergencial retroativo, com montantes que variam entre R$ 600 (mínimo) e R$ 3 mil (máximo). O valor vai depender da quantidade de meses em que o benefício foi pago. Tem direito aos recursos +os pais solteiros chefes de família monoparental que receberam apenas a cota simples do programa em 2020.

Leia mais: Auxílio-doença: trabalhadores com ansiedade podem pedir o benefício

Entre abril e agosto do respectivo ano, os homens que eram responsáveis pela casa e tinham filhos menores de idade sob sua tutela receberam apenas R$ 600 de auxílio emergencial após o governo vetar a liberação da cota dupla. Somente as mães solteiras na mesma condição tiveram acesso ao pagamento em dobro, no valor de R$ 1,2 mil mensais.



Portanto, para compensar essa discrepância entre os grupos, o Congresso Nacional derrubou o veto que impedia o pagamento em dobro do auxílio emergencial também aos pais solo. Após essa decisão, o governo então deu início aos pagamentos dos atrasados.

É preciso ter inscrição no CadÚnico para receber o auxílio retroativo?

Não. Isso porque, durante os pagamentos do auxílio emergencial em 2020, o governo dividiu os beneficiários em dois grupos. O primeiro deles de pessoas que estavam no Cadastro Único (CadÚnico), e o segundo composto de cidadãos que se inscreveram no programa via site ou aplicativo.

Os homens solteiros chefes de família, ou seja, sem companheira ou cônjuge que receberam alguma parcela do auxílio entre abril e agosto de 2020, podem ter acesso ao auxílio retroativo, contanto que todas as condições de recebimento sejam atendidas.



Nesse sentido, nenhum cidadão precisa realizar qualquer solicitação prévia, pois os repasses dos atrasados acontece de forma automática. Veja a seguir como consultar e descobrir se você faz parte da lista de liberações.

Como consultar o auxílio emergencial retroativo?

Para saber se está elegível ao saque extra do programa, os cidadãos podem consultar o site desenvolvido pela Dataprev para consulta ao auxílio emergencial. Basta o interessado logar com uma conta Gov.br e assim conferir se foi contemplado com o dinheiro. O uso de CPF e senha de acesso são obrigatórios.




Voltar ao topo

Deixe um comentário