scorecardresearch ghost pixel



Auxílio de R$ 1.500: Prefeituras adotam procedimentos para pagar benefício

Municípios inicial processo para identificar cidadãos elegíveis aos pagamentos do auxílio emergencial de R$ 1.500.



O governo de Pernambuco anunciou um auxílio emergencial estadual destinado a famílias atingidas pelos temporais que causaram 128 mortes na região do Grande Recife. As prefeituras já iniciaram os procedimentos para viabilizar os pagamentos aos afetados pela tragédia.

Leia mais: Veja como estudantes podem receber adicional de R$ 100 pelo Auxílio Brasil

Embora o benefício conte com recursos estaduais, cada município ficará responsável por selecionar os aprovados e pagar a parcela única de R$ 1.500. O critério para ser elegível à ajuda é ter cadastro ativo no CadÚnico e ter sido desalojado ou desabrigado pelas chuvas.

O projeto, batizado de Auxílio Pernambuco, terá aporte de R$ 123 milhões do governo estadual e atenderá 31 municípios que decretaram situação de emergência.



Jaboatão dos Guararapes

A prefeitura de Jaboatão dos Guararapes, um dos municípios mais atingidos pelas chuvas, já informou como será o processo de seleção. Agentes municipais serão enviados para áreas atingidas por deslizamentos e cheias a partir da próxima quinta-feira, 9, para colher informações sobre as famílias atingidas.

Os profissionais farão fotos das casas para comprovar o dano e necessidade de ajuda. Em seguida, os dados serão enviados para a prefeitura, que enviará detalhes sobre os pagamentos via WhatsApp para os aprovados.

Recife

Na capital Recife, o prefeito João Campos criou um auxílio de R$ 1 mil, que também será pago em parcela única. Serão contempladas famílias inscritas no CadÚnico que vivem áreas de risco e de alagamento oficialmente reconhecidas pela Defesa Civil.

Outra medida anunciada por ele é um reajuste de 50% no valor auxílio moradia, que passa de R$ 200 para R$ 300. O recurso tem como fonte a verba da própria Câmara Municipal do Recife.




Voltar ao topo

Deixe um comentário