scorecardresearch ghost pixel



Auxílio Brasil: Importante! Saiba como evitar o cancelamento do benefício

Veja o que pode levar ao cancelamento do seu benefício e como garantir a permanência no Auxílio Brasil.



Uma das principais causas para a suspensão do recebimento do Auxílio Brasil é a desatualização das informações no Cadastro Único (CadÚnico). Um das exigências do Governo Federal é que os dados do solicitante e dos seus familiares estejam todos atualizados na plataforma.

Veja também: Como reativar o cadastro suspenso na revisão do Auxílio Brasil?

Vale lembrar que quando cada calendário de pagamento chega ao fim, o Ministério da Cidadania passa um “pente” em todas as informações do CadÚnico. É assim que eles definem quem serão os novos contemplados.

Além do mais, há algo chamado de suspensão válida. Ela ocorre quando não são cumpridas as regras que garantem a permanência das pessoas no programa. Você não quer fazer parte disso, não é? Então veja agora se você cumpre com as exigências do Auxílio Brasil.



Todas as pessoas que recebem o benefício, obrigatoriamente, precisam:

  • Ter renda mensal de até R$ 210;
  • A família deve contar com uma gestante, nutriz ou jovem de até 21 anos;
  • No casos das gestantes, elas precisam realizar o pré-natal corretamente;
  • Crianças com idade escolar precisam ter frequência na escola de 60% (de 4 a 5 anos);
  • Crianças com idade escolar precisam ter frequência de 75% (a partir dos 6 até os 21 anos).

Onde e como consigo fazer a atualização do meu cadastro?

A atualização de documentos deve ser feita de forma presencial, ou seja, o cidadão precisa ir até um Centro de Assistência Social, o que fique mais próximo da sua residência, portando os documentos necessários.

A documentação geralmente exigida é:

  • RG;
  • CPF;
  • Certidão de nascimento;
  • Carteira de trabalho;
  • Comprovantes de renda;
  • Comprovante de residência;
  • Título de eleitor;
  • Certidão de casamento;
  • Registro Administrativo de Nascimento de Indígena (RANI);
  • Histórico escolar da rede pública.


De quanto em quanto tempo devo fazer a atualização do cadastro?

Geralmente a atualização deve ser feita a cada dois anos, mas caso haja alguma mudança na sua documentação, você deve informar ao poder público imediatamente. Isso acontece nos seguintes casos:

  • Nascimento ou morte de alguém da família;
  • Saída de um integrante para outra casa;
  • Entrada das crianças na escola ou de transferência;
  • Mudança de endereço;
  • Aumento ou diminuição da renda;
  • Mudança de número de telefone;
  • Alteração no número de integrantes da família por nascimento, adoção ou casamento;
  • Matrícula de um membro menor de 21 anos em escola de ensino básico ou mudança de escola.

Como consultar meu Cadastro Único pela internet?

Você pode fazer a consulta pelo site ou aplicativo da plataforma. Veja o passo a passo abaixo:

  • Acesse o portal Gov.br ou baixe o aplicativo Gov, depois selecione a opção “Criar conta gov”;
  • Caso você tenha CNH ou biometria cadastrada na Justiça Eleitoral, faça o reconhecimento facial pelo aplicativo;
  • Se não tiver, responda o pequeno questionário disponível para criar uma conta nível bronze;
  • Outra forma de criar uma conta Gov.br é através do acesso com bancos credenciados. A conta será nível ouro ou prata para esses casos.




Voltar ao topo

Deixe um comentário