scorecardresearch ghost pixel



Não cometa este ERRO que pode impedir o saque extraordinário no Caixa Tem

Segundo as regras, todos os trabalhadores com contas ativas ou inativas podem sacar. Confira o que pode impedir o resgate.



Milhões de brasileiros estão com dinheiro disponível em conta, mas não sabem. A origem do dinheiro está relacionada diretamente ao saque extraordinário via Caixa Tem. O valor máximo é de até R$ 1 mil.

Leia mais: Dica FÁCIL para sacar até R$ 1.000 pelo aplicativo Caixa Tem

De acordo com a Caixa Econômica Federal, aproximadamente 42 milhões de trabalhadores receberam o acesso à nova modalidade de resgate do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Para quem não sabe, o saque extraordinário do FGTS é no valor de até R$ 1 mil e, segundo as regras, todos os trabalhadores com contas ativas (emprego atual) ou inativas (emprego antigo) podem sacar.



Saque bloqueado

Os brasileiros que tiveram o saque do FGTS liberado podem enfrentar alguns obstáculos em relação ao resgate do dinheiro. Isso pode acontecer quando o trabalhador utilizou os valores do fundo para operações crédito/empréstimo, como na antecipação do saque-aniversário, por exemplo.

Além desta, existem outras situações que podem impedir o saque extraordinário Caixa Tem 2022. São elas:

  • O trabalhador teve a conta do FGTS bloqueada por causa de decisão da Justiça;
  • O trabalhador recebeu o pedido de devolução do FGTS pela empresa empregadora;
  • Os dados pessoais do trabalhador estão inconsistentes.

Vale destacar que os valores liberados pelo novo saque FGTS estarão disponíveis até o fim do ano. No entanto, ter atenção aos prazos é fundamental para não deixar de sacar os valores. Para saber o quanto foi liberado, basta o trabalhador consultar o aplicativo FGTS.




Voltar ao topo

Deixe um comentário