scorecardresearch ghost pixel



Nova CNH digital libera mais serviços de trânsito online; veja opções

Confira o que mudou no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) com a chegada da CNH digital e de outros serviços. Hoje é possível transferir registro de veículos pela internet.



Recentemente, os motoristas brasileiros receberam a opção de digitalizar diversos serviços relacionados às burocracias de trânsito no país. Inclusive, até a CNH digital foi implementada, além de transferência online e de outros recursos. Vale a pena entender o que mudou e como as atualizações podem ser utilizadas.

Veja também: 5 coisas que os passageiros fazem que irritam os motoristas de app

O que muda com a nova CNH digital e outros serviços

A Carteira Digital de Trânsito (CDT) substitui a famosa CNH e ganha cada dia mais adeptos. A tendência é de que todos os documentos possam ser carregados através do smartphone ou outro dispositivo digital.

É importante ressaltar que a CDT é um app gratuito e que pode ser baixado por todos os motoristas. O software está disponível para Android e iOS. É uma versão da CNH digital, mas que também conta com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).



Qualquer cidadão habilitado ou que tenha CRLV pode se registrar dentro do aplicativo para celular e ter o documento moderno. Vale destacar que a CDT é segura, já que conta com QR Code com a assinatura digital do cidadão. Esses dois fatores asseguram a autenticidade e a validade jurídica aos documentos, seja qual for a situação.

Na hora de efetuar um cadastro ou caso tenha sido parado em uma blitz policial, a CDT tem a mesma validade da CNH.

Transferência digital de veículos; como funciona?

O proprietário do veículo usado pode acessar o portal gov.br e solicitar a autorização transferência de propriedade de veículos (ATPV-e). É necessário possuir Carteira Digital de Trânsito (CDT). O documento ficará armazenado no aplicativo do cidadão.

Por meio dele, é possível transferir a propriedade do patrimônio de forma digital. Assim como a CNH digital, a transferência também é feita pelo app e necessita da assinatura eletrônica. Aliás, a Assinatura Eletrônica Avançada está disponível para negociações de veículos entre pessoas físicas e comércios, mas também entre duas pessoas físicas. A loja, no entanto, precisa estar registrada no Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave).

O registro possibilita a transferência eletrônica de propriedade. Ele conta com escrituração eletrônica de entrada e saída de veículos do estoque das concessionárias e revendedoras. Assim, permite eliminar a necessidade de despachantes, cartórios ou outros intermediários.



Outra vantagem é para quem entrega seu veículo a um estabelecimento comercial integrado ao Renave. A pessoa não precisará mais realizar a comunicação de venda. Isso porque o sistema registrará a entrada do veículo no estoque do estabelecimento comercial. Assim, todas as responsabilidades são passadas diretamente para as revendedoras.

CNH digital: parcelamento de multas no cartão

Por fim, outra vantagem está na possibilidade de parcelar débitos de trânsito, desde que não tenham ido para a dívida ativa. Multas e a documentação (IPVA e licenciamento) podem ser pagos em até 12 vezes sem juros no cartão de crédito.

O governo também possibilitou um prazo estendido para licenciamento de veículos:

  • Finais de placa 1 e 2: até 30/9
  • Finais de placa 3, 4 e 5: até 31/10
  • Finais de placa 6, 7 e 8: até 30/11
  • Finais de placa 9 e 0: até 31/12


Como registrar a sua CNH digital?

Para registrar sua CNH digital, ou CDT, siga o passo a passo:

  1. Baixe o app da Carteira Digital de Trânsito;
  2. Faça login com o cadastro registrado no portal Gov.br (é preciso, portanto, estar cadastrado no site do governo);
  3. O app pedirá a foto do QR Code que está atrás da CNH convencional;
  4. Confirme seu CEP de onde você mora atualmente;
  5. Cadastre o Renavam e o código do CRLV do veículo.

Pronto, tendo o documento sempre à mão através do celular, não precisa mais andar com a cópia original impressa da CNH. Como informado a validade e a autenticidade são as mesmas.




Voltar ao topo

Deixe um comentário