scorecardresearch ghost pixel



Auxílio-taxistas paga R$ 2 mil para 301 mil profissionais no dia 16

Primeira rodada do Benefício Emergencial aos Motoristas de Táxis (BEm-Taxista) paga duas parcelas de uma só vez.



A primeira rodada doauxílio-taxista será paga a 301.505 profissionais no dia 16 de agosto, informou o Ministério do Trabalho e Previdência. Até o momento, 3.119 prefeituras repassaram os dados dos condutores aptos a receber o Benefício Emergencial aos Motoristas de Táxis (BEm-Taxista).

Leia mais: Com a CNH custando até R$ 3 mil, veja como tirar a habilitação de GRAÇA

O prazo para envio das informações pelos municípios terminou na última terça-feira, 3. Elas foram cruzadas pela Dataprev com outras bases de dados do governo federal, que determinou a liberação dos pagamentos apenas para quem tinha registro até 31 de maio de 2022.



O BEm-Taxista está previsto na emenda constitucional, aprovada em julho pelo Congresso Nacional, que destina mais de R$ 41 bilhões para ampliação e criação de benefícios para a população. O auxílio-taxista recebeu R$ 2 bilhões em verbas.

E os dados enviados fora do prazo?

O governo estabeleceu um segundo prazo para as prefeituras que não conseguiram enviar as os dados a tempo. Entre 5 e 15 de agosto, o sistema reabre para novos cadastros, com pagamento do benefício no próximo dia 30 para os que forem inscritos nesse período.



Os municípios que perderem novamente as datas poderão encaminhar os dados entre 20 de agosto e 11 de setembro. Confira o calendário:

  • Cadastros feitos entre 25 de julho e 2 de agosto: recebem em 16 de agosto;
  • Cadastros feitos entre 5 de agosto e 15 de agosto: recebem em 30 de agosto;
  • Cadastros feitos entre 20 de agosto e 11 de setembro: recebem em entre setembro e dezembro.

Benefício em dobro

Ao todo, os taxistas vão receber seis parcelas no valor de R$ 1 mil. Excepcionalmente em agosto, serão repassadas duas cotas de uma só vez, sendo uma referente a este mês e outra retroativa a julho.

Vale lembrar que o valor das próximas parcelas poderá ser reajustado de acordo com o número total de beneficiários.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário