scorecardresearch ghost pixel



Servidores devem receber reajuste de R$ 12 bilhões em 2023, mostra Orçamento

Proposta de Orçamento enviada ao Congresso destina R$ 12 bilhões para concessão de reajuste salarial a servidores.



Os servidores públicos podem receber reajustes salariais no próximo ano, afirmam fontes com acesso à proposta de Orçamento para 2023. O texto encaminhado ao Congresso pelo governo destina R$ 12 bilhões para esse fim, sem detalhar percentuais.

Leia mais: APROVADO: Bolsonaro sanciona piso de R$ 4.700 para enfermeiros

Indicar o montante no documento é uma maneira do Executivo sinalizar que planeja conceder o reajuste aos servidores, que estão com os salários congelados desde 2019.

O presidente Jair Bolsonaro prometeu uma correção salarial para policiais federais, no fim do ano passado, mas voltou atrás e ampliou a promessa para todos os funcionários públicos. Ninguém recebeu o aumento.



O Ministério da Economia defende que a correção acompanhe a inflação estimada para 2023. O mercado espera alta na casa de 5,33%, mas o governo projeto aumento de 4,5%.

A nova proposta orçamentária só deve ser votada pelo Congresso após as eleições, marcadas para outubro. Mesmo sem a possibilidade de prever percentuais com precisão neste momento, a legislação obriga o envio periódico de uma proposta pelo Executivo.

Imposto de Renda e Auxílio Brasil

A equipe econômica trabalha para incluir uma correção na tabela do Imposto de Renda das pessoas físicas dentro das contas. A medida é outra promessa de Bolsonaro para o próximo ano.



A atualização das tabela do IR foi uma das promessas de campanha do atual presidente em 2018, mas não foi cumprida durante seu mandato.

Além disso, o Orçamento também deve prever o retorno do Auxílio Brasil para R$ 400 a partir de janeiro. Embora Bolsonaro também tenha afirmado que o atual patamar de R$ 600 seria mantido, não há espaço no teto de gastos para acomodar a despesa bilionária.




Voltar ao topo

Deixe um comentário