O que é mindfulness: Saiba como a atenção plena pode ajudar na produtividade e vida financeira

Veja o que é mindfulness e exemplos de técnicas. Saiba como a meditação pode melhorar a sua saúde emocional e, por consequência, a saúde financeira.

Não consegue se concentrar em tarefas comuns do dia a dia? Sua mente fica vagando entre atividades passadas e futuras, e você tem dificuldade para estar presente no agora?

Conheça o método mindfulness e cuide da sua saúde mental e financeira, diminuindo a ansiedade e o estresse.

A falta de concentração é um hábito que atrapalha na produtividade, além de ser fatal para os negócios, pois prejudica o gerenciamento de tempo e incentiva gastos desnecessários.

Mas não se preocupe! A falta de foco para aproveitar o momento presente é uma característica marcante da sociedade atual.

É difícil conhecer quem ainda não passou ou não está vivendo isso. Estar no presente tem sido cada vez mais uma habilidade de poucos.

A boa notícia é que você não está sozinha ou sozinho e existe uma saída para isso nas técnicas de mindfulness.

O que é mindfulness e para que serve?

O mindfulness, ou atenção plena, na tradução literal para o português, é um “treinamento mental” de meditação.

Seu objetivo é fazer com que os praticantes tenham melhor percepção do momento presente.

Trata-se de práticas que podem ser incorporadas facilmente no cotidiano, para que a pessoa preste atenção nas sensações e sentimentos do momento.

Veja a seguir três exemplos de técnicas de mindfulness para praticar:

1 — Mindfulness de respiração

Quando perceber que sua mente esta divagando demais e que isso está te atrapalhando nas atividades, pare o que está fazendo, feche os olhos, respire profundamente, inspire o ar pelo nariz e solte-o pela boca, prestando atenção apenas na sua respiração.

Pensamentos de todos os tipos podem começar a chegar, o exercício consiste em gentilmente levar a atenção de volta para a sua respiração toda vez que isso acontecer.

Não se critique, apenas observe a direção dos seus pensamentos, aproveite para reparar qual é o padrão, o que está te aborrecendo mais.

Conte até três respirando profundamente e vá fazer a atividade.

2 — Mindfulness de escaneamento corporal

Da mesma forma que no exercício anterior, pare o que está fazendo, feche os olhos, e tente sentir as sensações corporais. Percorra as sensações da cabeça aos pés, passando pelas pernas, barriga, braços, mãos, e respire profundamente.

Caso esteja de pé, sinta os seus pés no chão. Ou, se estiver sentado, sinta o seu quadril e todos os pontos de apoio sobre os quais você se sentou.

A prática ajuda a prestar atenção em você e sentir o seu corpo no agora.

3 — Mindfulness de aúdio

Coloque fones de ouvido com som de chuva, mar, ou uma música calma que você goste. Organize todo o seu ambiente de trabalho. Se não for possível, pelo menos retire a bagunça da sua mesa.

Depois decida o que deve fazer primeiro com clareza, o objetivo é se concentrar na atividade do trabalho.

Ao definir, respire lentamente três vezes, inspirando o ar pelo nariz e soltando-o pela boca, e volte seu pensamento para a tarefa. Visualize o passo a passo dela e vá fazer.

Esses três exercícios são apenas algumas práticas de mindfulness.

Faça pela manhã

A sugestão é que os exercícios de mindfulness sejam feitos com regularidade, de preferência todos os dias da semana pela manhã, quando você acaba de acordar.

Isso quer dizer que a prática não deve ser feita somente no momento de distração, mas deve ser adquirida como um hábito rotineiro.

Quanto ao tempo de prática, a orientação é começar as práticas meditativas em períodos curtos, de cinco a dez minutos por dia, podendo chegar até 45 minutos diários, ou mais, dependendo da pessoa, para obter o máximo de seus benefícios.

Benefícios do mindfulness para a sua vida financeira

São diversos os benefícios do mindfulness para a vida financeira, afinal, ser saudável emocionalmente melhora em muito as escolhas que você faz com o seu dinheiro, pois você presta mais atenção a suas necessidades e ao que realmente precisa.

Além disso, as técnicas fazem com que o seu foco e concentração aumentem e isso consequentemente melhora a sua produtividade, sendo ótimo para os negócios e para a sua vida financeira.

Praticando o mindfulness todos os dias, você tem menos probabilidade, por exemplo, de fazer compras por impulso, assim como adquire mais capacidade para analisar e ponderar sobre negócios que deve discutir e contratos que deseja fechar.

Tudo é uma questão de autoconhecimento.

Produtividade no trabalho

Muitas empresas regularmente promovem o mindfulness entre seus colaboradores, uma delas é o Google que visa o bem-estar do funcionário que está atrelado a melhora nos serviços prestados, gerando mais lucro para a companhia.

Os funcionários que têm o hábito de práticas meditativas podem apresentar:

  • Melhora na concentração e memória;
  • Controle do estresse e ansiedade;
  • Eliminação de problemas como insônia.

Se você ficou interessado, faça mais pesquisas sobre mindfulness, pratique a meditação e indique para a sua empresa.

Além de ajudar na produtividade no trabalho, a técnica pode te aperfeiçoar em todas as áreas da vida, pois te melhora como indivíduo e contribui para o bom relacionamento entre as pessoas.

Veja também: 10 dicas de como economizar dinheiro e realizar sonhos

O que é mindfulness: Saiba como a atenção plena pode ajudar na produtividade e vida financeira
Avalie
Voltar ao topo

Notícias relacionadas

Deixe um comentário