IBGE já concluiu projeto básico de concurso que abrirá 234 mil vagas

Certame para temporários terá vagas em vários níveis de escolaridade e salários de até R$ 4 mil. Edital está previsto para agosto.!

Mais uma importante atualização sobre o concurso do IBGE com mais de 234 mil vagas temporárias! Segundo informações da Folha Dirigida, o projeto básico do certame já foi finalizado. A informação foi confirmada ao portal especializado pelo coordenador de Recursos Humanos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Bruno Malheiros.

Segundo o coordenador, o documento, que funciona como uma espécie de minuta do edital e é utilizado no processo de contratação da organizadora, está pronto. Sendo assim, a escolha da empresa que cuidará dos detalhes técnicos do certame deve ocorrer em breve.

“O projeto já está pronto e já está com a área de Compras. O edital é que não está sendo elaborado ainda, porque a gente só começa a elaborar após a contratação da banca”, disse Malheiros.

De acordo com a portaria autorizativa, publicada em 6 de maio, o prazo para liberação do edital é de 180 dias, ou seja, até 6 de setembro. Contudo, segundo o coordenador, o primeiro edital sairá em agosto, portanto, um mês antes da previsão.

Além deste, outro documento será publicado, uma vez que as mais de 234 mil vagas serão distribuídas em dois editais. As vagas para atuação no Censo 2020 serão divididas em todos os municípios do país. Ainda de acordo com Malheiros, a distribuição das vagas ainda está sendo finalizada e será feita de acordo com a população a ser recenseada.

Os aprovados no processo seletivo simplificado devem ser contratados a partir de janeiro do ano que vem. As coletas de dados estão previstas para começar em agosto. Mas, antes disso, todos os servidores serão devidamente treinados.

Edital temporários IBGE

Conforme a portaria publicada em 6 de maio, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística está autorizado a preencher 234.416 vagas temporárias. Dessas, cerca de 196 mil serão para o cargo de recenseador, cuja escolaridade mínima exigida é ensino fundamental.

O salário estimado é de R$ 1.100,00. Contudo, vale ressaltar que esta é apenas uma estimativa, uma vez que o profissional ganha por produtividade.

Quem tem ensino médio poderá concorrer às vagas abertas nos seguintes cargos:

  • Coordenador Censitário da Subárea 1 (600 vagas);
  • Coordenador Censitário da Subárea 2 (850 vagas);
  • Agente Censitário Operacional (1.760 vagas);
  • Agente Censitário Municipal (6.100 vagas);
  • Agente Censitário Supervisor (23.578 vagas).

As remunerações previstas variam entre R$ 2.000,00 e R$ 4.000,00.

Haverá, também, vagas para as funções detalhadas a seguir. Para estas, a escolaridade mínima e as respectivas remunerações ainda não foram informadas pelo órgão.

  • Supervisor – call center (quatro vagas);
  • Codificador Censitário (120 vagas);
  • Supervisor PA (1.304 vagas);
  • Recenseador PA (4.100 vagas).

Edital para Censo Experimental pode ser liberado nos próximos dias

Até o final desta semana, concurseiros que estão de olho nas vagas temporárias do IBGE podem ter novidades! Isso porque, o primeiro edital, com oportunidades para o Censo Experimental, está previsto para a primeira quinzena de maio, ou seja, até o dia 15, próxima quarta.

A seleção, conforme portaria autorizativa, trará 209 vagas. Estas serão distribuídas entre três cargos (recenseador, agente censitário municipal e agente censitário supervisor). A primeira função exige nível fundamental e as demais, nível médio. Os salários variam entre R$ 1,1 mil e R$ 2,4 mil.

banca organizadora será o Ibade. Os candidatos aprovados vão atuar na cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais.

Além deste, outro edital já autorizado é para a função de agente censitário, que terá oferta de 400 vagas de nível superior. Os trâmites para escolha da banca organizadora já estão em andamento, segundo o coordenador de RH.

De acordo com o projeto básico divulgado pelo IBGE, outras 2.459 vagas ainda serão autorizadas. Elas serão voltadas para as funções de coordenador censitário de subárea e agente censitário operacional. Os vencimentos podem chegar a R$ 4 mil.

Voltar ao topo

Deixe um comentário