scorecardresearch ghost pixel

Brasil não participa de pacto internacional contra pandemias

Líderes mundiais de mais de 25 países fazem acordo de cooperação para enfrentamento de futuras pandemias, mas Brasil não integra iniciativa.

Um tratado internacional de cooperação entre governos de mais de 25 países, incluindo as maiores economias do mundo, foi fechado sem a participação do Brasil. O pacto tem como objetivo permitir a ajuda mútua entre essas nações caso ocorram novas pandemias no futuro.

Alguns dos principais pontos do acordo são garantir o acesso a vacinas e tratamentos, troca automática de informações e transparência e compromisso para lidar com a crise. Durante a pandemia do novo coronavírus, a disputa por doses de imunizantes tem gerado muito tumulto.

A OMS convocou líderes regionais a assinarem o pacto, mas o Itamaraty tem evitado participar de iniciativas globais de enfrentamento à crise. O projeto lançado na última terça-feira, 30, conta com o apoio do órgão mundial.

Alemanha, França, Itália, Reino Unido e UE assinaram a carta, juntamente com representantes do Chile, Costa Rica, Coreia do Sul, Indonésia e África do Sul.

“Haverá outras pandemias e outras grandes emergências de saúde. Nenhum governo ou agência multilateral pode enfrentar esta ameaça sozinho”, afirmaram os líderes.

Leia mais: ‘A vida é tão importante quanto a questão do emprego’, afirma Bolsonaro


Voltar ao topo

Deixe um comentário