scorecardresearch ghost pixel

Realize seu sonho de estudar no exterior! Nota do Enem pode ser usada fora do Brasil

Vale lembrar que o MEC possui alguns convênios com universidades portuguesas, porém, não cobre transferência de recursos ou financiamento estudantil por parte do governo brasileiro.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) qualifica a capacidade do ensino médio no Brasil e dá acesso ao ensino superior no país, porém o que muitos não sabem é que o teste também ajuda a entrar em várias universidades estrangeiras. 

A Universidade de Coimbra foi a primeira a aceitar o Enem, com outras escolas aderindo à ação pouco depois. Em Portugal, no mínimo 50 instituições aceitam a nota do exame para selecionar candidatos brasileiros. Isso é possível desde 2014 quando o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC) passou a firmar acordos de cooperação com universidades e institutos portugueses.

Nas universidades do Reino Unido, a nota do Enem é exigida para ingresso, porém é importante destacar que estas também podem pedir a realização do vestibular local. Nas instituições britânicas, a nota do Enem é somada a outros pontos, como fluência em inglês, histórico escolar do candidato no ensino médio e atividades extras.

Para ingressar nas universidades francesas já é um pouco mais melindroso, a instituição exige que os candidatos tenham sido aprovados antes, no Brasil, em cursos semelhantes aos quais estão aplicando no país europeu. Recentemente os Estados Unidos optou por receber a nota do Enem para todos os cursos de graduação, em substituição às provas padronizadas tradicionais. Isso ocorre porque a universidade recebe candidaturas de estudantes de outros países.

Vale lembrar também que o MEC possui alguns convênios com universidades portuguesas, porém, não cobre transferência de recursos ou financiamento estudantil por parte do governo brasileiro, já que o país europeu cobra taxa dos graduandos para estudar.

Veja também: Coca-Cola oferece 79 vagas de emprego em diversas áreas


Voltar ao topo

Deixe um comentário