scorecardresearch ghost pixel



Caixa: Venda online de imóveis promete preços baixos

A venda online de imóveis pela Caixa Econômica vai até dezembro, com condições especiais para a compra da casa própria.



A venda online de imóveis, por meio da Caixa Econômica Federal, promete preços mais atrativos e condições especiais.

Leia mais: Veja como utilizar o FGTS, dinheiro que é direito do trabalhador

A oferta é de milhares de imóveis, como casas, apartamentos e terrenos. São de propriedade da Caixa e estão disponíveis para compra no esquema de leilão, licitação aberta e fechada e venda online.

Primeiramente, para saber quais são esses imóveis, os interessados em comprar a casa própria podem conferir diretamente no site da Caixa.



Como funciona a venda online de imóveis

Assim que um imóvel é devolvido para a Caixa, é permitida a realização de até dois leitões. Um com 30 dias da devolução e outro com 15 dias da data do primeiro leilão. Dessa forma, passadas as duas tentativas de venda, os imóveis ficam disponíveis para a venda online, com melhores condições.

De acordo com a Caixa, quem preferir a licitação aberta pode fazer de forma presencial ou online. Assim, leva o imóvel quem fizer o lance mais vantajoso. Ou seja, de valor igual ou superior ao mínimo, segundo a Caixa. Já nos casos de licitação fechada, os interessados precisam apresentar uma proposta por escrito depois de publicado o edital.



E na venda online, o interessado apresenta uma oferta e é a vencedora a maior proposta no momento em que o cronômetro marcar zero.

Do mesmo modo, a venda online permite que todo o processo seja virtual. Ou seja, faz a proposta, emite o boleto de pagamento e ainda conta com a assessoria de um corretor credenciado.

A venda online vai até 20 de dezembro. Uma oportunidade para quem quer comprar a casa própria com preços abaixo do valor de mercado. Além disso, todos os imóveis disponíveis para venda são livres de débitos, como condomínio, luz, energia e IPTU.

De acordo com a Caixa, em todas as modalidades é possível usar o saldo da conta do FGTS para ter o valor financiado.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário