scorecardresearch ghost pixel



Passo a passo em 5 etapas para cultivar alecrim sem erro

Alecrim gosta de altas temperaturas e de espaço para se desenvolver. Veja outras dicas para cultivar a planta.



O alecrim é uma planta presente em muitas hortas brasileiras, especialmente por se adaptar muito bem ao clima quente. A erva aromática originária no mediterrâneo é repleta de propriedades medicinais e ainda pode ser usada como um delicioso tempero para carnes.

Leia mais: Como plantar morangos no vaso: passo a passo para ter frutas deliciosas em casa

Se você quer cultivar alecrim em casa sem erros, precisa saber exatamente do que a planta gosta. As seguir, confirma cinco dicas para manter sua plantação sempre saudável.



1 – Clima ideal

A erva se adapta bem a altas temperaturas, por isso não sofre com umidade ou vento. Por outro lado, baixas temperaturas podem afetar seu desenvolvimento. Nesse caso, a dica é criar sua horta em uma pequena estufa caseira.

2 – Vaso, substrato e espaço

Para se desenvolver melhor, o alecrim precisa ser plantado em um substrato com um pouco de areia, na proporção de 3 para 1. Se preferir plantá-lo em vasos, lembre-se que ele gosta de espaço e escolha um objeto mais que caiba mais terra.

A semente precisa ser plantada a cerca de 15 centímetros de profundidade e com distância de pelo menos 40 centímetros entre ela e outra. Quando ficam muitos juntas, elas afetam a recepção nutricional de suas companheiras e podem acabar se matando.

3 – Luz na passarela

Vindo do mediterrâneo, o alecrim ama a luz do sol. O recomendado é que a planta receba iluminação solar por pelo menos 3 horas no dia, especialmente durante a manhã e o meio para o fim da tarde, quando os raios solares não são tão fortes.



4 – Um copinho de água, por favor

O solo ideal é aquele sempre úmido, especialmente nos primeiros meses após o plantio. Não deixe de irrigar bem a planta, sempre se preocupando com a drenagem para que não haja acúmulo de água e apodrecimento das raízes.

5 – Tempo de colher

Depois de 90 dias cuidando do seu alecrim, é hora de colher. Quando bem cuidada, a erva pode viver por até 10 anos oferecendo seu delicioso aroma. A última dica é aproveitar as flores da planta, que também são comestíveis e podem ser usadas para enfeitar ambientes.




Voltar ao topo

Deixe um comentário