scorecardresearch ghost pixel



Seu cachorro gosta de comer legumes? Saiba quais deles são seguros para pets

Incluir legumes na dieta dos cães pode trazer diversos benefícios, mas tutor deve conhecer os alimentos proibidos.



Oferecer refeições que incluem legumes para seu cão não é nenhum erro, e inclusive pode ser uma boa ideia. Embora muitos tutores tenham medo de incluir esse tipo de alimento na dieta dos peludos, basta conhecer a maneira certa de fazer isso para não deixar o animal sem os nutrientes que ele precisa.

Leia mais: O que fazer com os cachorros que possuem temperamentos mais agressivos? Confira as 3 raças mais agressivas!

Uma boa maneira de introduzir vegetais na dieta dos cachorros é servi-los como petiscos. Com o tempo, você vai percebendo do que ele gosta mais e excluindo os sabores que não são tão queridos.

Embora os legumes sejam bem-vindos, a ração ainda é o alimento mais recomendado. Ela que contém todos os nutrientes que ele precisa na quantidade certa, como minerais, proteínas, carboidratos e vitaminas. Sendo assim, nunca substitua a ração por uma alimentação totalmente baseada em vegetais, exceto com o acompanhamento de um veterinário.



Proibidos e permitidos

O organismo dos cães não consegue processar tão bem certos tipos de alimentos com o dos seres humanos. Alho, batata inglesa, cebola são alguns exemplos de ingredientes que contém substâncias tóxicas para os pets.

Seu melhor amigo também deve passar longe de uva-passa, carne crua, ossos de animais, bebidas alcoólicas, café, macadâmia e açúcar e doces em geral.

Já cenoura, abobrinha, pepino e melancia são boas pedidas. Prefira servir com a casca, que é rica em fibras e ajuda no funcionamento do intestino. Só não abuse da quantidade.




Voltar ao topo

Deixe um comentário