scorecardresearch ghost pixel



Dica de ouro: aprenda essa configuração do PIX e evite golpes

A configuração do limite diário do PIX dá mais controle aos gastos e evita que os usuários sejam vítimas de golpes. Saiba o que fazer para se proteger.



O PIX caiu no gosto dos brasileiros e hoje é uma das formas mais práticas de pagamento. Apesar disso, para aproveitar todas as vantagens do serviço, é preciso deixar todas as configurações corretas. E olha que cerca de 50% dos brasileiros ainda não fizeram a configuração mais adequada para o PIX.

Leia mais: Magalu lança campanha promocional de 10 pix diários de R$ 200

A etapa é importante para melhorar a experiência com o meio de pagamento e transferência. De acordo com o Banco Central, o Brasil tem hoje mais de 454 milhões de chaves e um total de 128 milhões de usuários. Lembrando, é claro, que cada pessoa pode ter mais de um tipo de chave PIX.



Configuração do PIX

Apesar de toda a popularidade do PIX, muita gente não sabe que as configurações certas podem deixar o meio de pagamento ainda mais adequado para uso.

Esses ajustes permitem que o usuário defina o limite do PIX. A medida é importante para evitar os golpes que acontecendo com uma grande frequência.

Cada usuário pode configurar o PIX conforme o perfil de consumo, principalmente nos horários noturnos, quando os crimes o envolvendo são ainda mais comuns.

Basta organizar os gastos diários e definir o limite do PIX de acordo com as suas necessidades. Depois de levantar essas informações, é só acessar o aplicativo do banco onde você tem a chave PIX e definir o limite.

Em outras palavras, não é preciso ir à agência do banco para configurar o limite diário. Veja abaixo como é simples realizar a configuração do meio de pagamento:

  • Abra o aplicativo do banco onde a sua chave PIX está cadastrada;
  • Vá na opção PIX;
  • Em configurações, procure a opção “limite”;
  • Depois disso é só alterar para o valor que for mais prudente de acordo com os seus gastos.

Além de reduzir os riscos de golpes, você consegue um maior controle dos gastos por meio do PIX.




Veja mais sobre

Voltar ao topo

Deixe um comentário