scorecardresearch ghost pixel

Descubra quais modalidades de empréstimo são uma cilada em 2021

Se você precisa de um empréstimo para qualquer finalidade, não tome nenhuma decisão antes de conferir a lista com as piores opções do mercado.

Na hora do aperto, pegar um empréstimo pode ser a única solução possível, mas é preciso ter cuidado. Mesmo em uma situação difícil, é essencial analisar a empresa como a qual você pretende se comprometer e avaliar condições como taxas e prazos, evitando cair em uma cilada pior ainda.

Existem diferentes modalidades de crédito no mercado, e a taxa de juros média de todas elas pode ser consultada no site do Banco Central. Por exemplo: a taxa de cheque especial para pessoa física pode variar de 7,78% até 510,62% ao ano, de acordo com a instituição escolhida. No crédito pessoal consignado, há opções com taxas de 15,39% até 986,45% ao ano.

Financiamentos de imóvel, carros e determinados bens, juntamente com o crédito consignado, estão na lista de opções com taxas mais baixas. O fato é que se você oferece algo como garantia de pagamento, como um bem ou o próprio desconto em folha, o banco costuma conceder melhores condições.

Já o crédito rotativo do cartão e o cheque especial devem ser evitados a todo o custo, uma vez que lideram as alternativas mais caras. Se você não pode substituir um dos dois pelas opções citadas anteriormente, o melhor a se fazer é optar por um empréstimo pessoal.

A última dica para quem precisa de crédito são as fintechs, já que muitas oferecem condições melhores que as instituições tradicionais. Alguns exemplos de empresas como taxas atrativas são: Geru, Creditas, Lendico, Unobank e Bom pra Crédito.

Leia mais: INSS: Saiba quais são os 8 melhores empréstimos consignados de 2021


Voltar ao topo

Deixe um comentário