scorecardresearch ghost pixel



Quase 50% dos brasileiros têm 4 ou mais cartões de crédito. Como evitar o endividamento?

Embora seja um excelente recurso financeiro, cartão de crédito também é o maior causador de dívidas no país.



Um levantamento recente da Serasa eCred revelou que cerca de 47% dos brasileiros têm 4 ou mais cartões de crédito. Embora seja um excelente recurso financeiro, o produto também é o grande vilão do bolso de grande parte dos consumidores.

Leia mais: Celular roubado e prejuízo de R$ 140 mil: como se proteger

“A pesquisa mostra a relevância do cartão de crédito na vida econômica dos brasileiros, mas ao mesmo tempo acende o alerta sobre os riscos da inadimplência”, afirma Amanda Rapouzo, gerente do Serasa eCred.

Segundo uma pesquisa da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Proteste), a forma de pagamento foi responsável pelo endividamento de 72% dos moradores das cidades do Rio de Janeiro e São Paulo no primeiro trimestre de 2022.



Uso do cartão de crédito

De acordo com os dados colhidos, os brasileiros que usam cartão de crédito estão distribuídos entre os seguintes grupos:

  • 5 ou mais cartões de crédito: 29%;
  • 4 cartões de crédito: 18%;
  • 3 cartões de crédito: 23%;
  • 2 cartões de crédito: 21%;
  • 1 cartão de crédito: 9%.

As compras no supermercado e alimentação são responsáveis pelos gastos no cartão de 34% dos entrevistados. Em seguida, 15% citaram compras em farmácia, e outros 14% utilizam o meio de pagamento para compra de eletrodomésticos. A lista segue com roupas (11%), viagens (10%), móveis (10%) e boletos (6%).

3 dicas para se livrar das dívidas no cartão

1. Confira o valor

O primeiro passo para começar a sair da bola de neve é levantar o valor exato da dívida. Entre em contato com a administradora do cartão e peça informações sobre o CET (Custo Efetivo Total) para calcular o débito com mais precisão.



2. Reserve dinheiro

Depois de colocar no papel quanto deve, é a hora de reservar dinheiro para pagar. Anote tudo o que você recebe (salários e outras rendas), todos os seus gastos mensais, e verifique quanto pode separar para quitar o que deve no cartão.

3. Renegocie a dívida

Organizadas as finanças, é hora negociar. Entre em contato com o banco ou administradora do cartão para buscar uma condição de pagamento que caiba no seu bolso. Outra opção é aproveitar os feirões de negociação de dívidas para conseguir descontos atrativos.




Voltar ao topo

Deixe um comentário